Páscoa aumenta dormidas na hotelaria nacional

  • Imprimir

Páscoa aumenta dormidas na hotelaria nacionalA hotelaria nacional registou 1,4 milhões de hóspedes e 3,7 milhões de dormidas em março, o que corresponde a acréscimos homólogos de 18,8 e de 20,3 por cento, indicam dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).


Esta evolução, prossegue, superou a do mês anterior (+14,9 por cento e +15,5 por cento) e está em parte associada a um efeito de calendário, já que a Páscoa este ano se celebrou em março e em 2015 em abril.

Para o aumento das dormidas concorreram tanto o mercado interno (+18,5 por cento), como os externos (+21,0 por cento), sendo que a estada média foi de 2,70 noites (+1,2 por cento) e a taxa de ocupação/cama 41,1 por cento (+5,9 p.p.).

Acresce que o preço médio por quarto disponível (RevPar) aumentou significativamente (22,1 por cento), fixando-se em 29,6 euros. Lisboa e Madeira registaram os valores mais elevados deste indicador (47,7 e 44,3 euros). A evolução foi globalmente positiva e de maior impacto nos Açores (+60,4 por cento) e no Norte (+30,2 por cento).

Os proveitos também aumentaram (+22,5 por cento nos proveitos totais e +25,6 por cento nos de aposento), acelerando face ao mês anterior (+21,5 por cento e +21,4 por cento).

welcome@briefing.pt