RssFacebook StoreTwitter Store

Lisboa liderou ocupação hoteleira em maio

Lisboa liderou ocupação hoteleira em maioLisboa, com 90,39 por cento em maio, liderou a ocupação/quarto na hotelaria nacional, a qual aumentou 2,33 p.p., comparativamente com o mês homólogo do ano anterior, para 74,86 por cento, indicam dados do AHP Tourism Monitor.


Madeira (86,45 por cento) e Grande Porto (86,34 por cento) foram, depois de Lisboa, os destinos turísticos com a taxa de ocupação mais elevada, sendo que a subida deste indicador foi registada em todas as categorias, mais uma vez com destaque para as unidades de duas estrelas que evidenciaram uma variação de mais 5,48 p.p. face a maio de 2014.

“O mês de maio, como se esperava, revelou-se claramente positivo para a hotelaria nacional. Em Lisboa, todavia, houve uma quebra significativa no preço médio dos hotéis de 5* (menos 10,82 por cento), com uma queda apreciável também no RevPar, por comparação com o mesmo mês de 2014, o que não aconteceu nas demais categorias. Recorde-se, porém, que em 2014 recebemos a Champions League e o Rock in Rio”, afirma a presidente executiva da AHP, Cristina Siza Vieira.

O destino “Estoril/Sintra”, prossegue, naturalmente também sofreu com esta circunstância. No entanto, note-se que em ambos os destinos todos os indicadores de referência subiram significativamente se comparados com o ano de 2013 (que também não registou estes eventos), e que a TO de Lisboa, mesmo se comparada com 2014, subiu, ultrapassando os 90 por cento, batendo a Madeira e o Grande Porto. De sublinhar, também, a muito expressiva subida na TO dos Açores, mas ainda com muito espaço para crescer.

Entretanto, o RevPar (preço médio por quarto disponível) aumentou 5,53 por cento, fixando-se em 54,39 euros e o TrevPar (receita por quarto disponível) foi de 80,11 euros, representando um aumento de 5,27 por cento face a maio de 2014.

De salientar que os destinos turísticos com o RevPar mais elevado foram Lisboa (85,70 euros), Estoril (56,67 euros) e Madeira (55,01 euros).

A receita média por turista no hotel foi de 103 euros (valor igual ao verificado em maio de 2014) e a estada média de 1,82 dias, valor inferior em 3,19 por cento ao verificado no período homólogo.

welcome@briefing.pt 

What’s IN?

tradicao-e-modernidadeO Alkantara Festival, ponto de encontro das artes performativas contemporâneas, regressa entre os dias 25 de maio e 11 de junho para a sua 14.ª edição. A edição deste ano, focada na ligação entre tradição e modernidade, apresentará 25 espetáculos em Lisboa. 
a-opera-regressa-ao-tivoliA 10 de maio, o Teatro Tivoli BBVA (Lisboa) volta a receber “A Ópera Cabe no Bolso, Sabia?”. Apresentado pela Orquestra da Cidade, sob direção do maestro Nuno de Sá, diferentes cantores líricos recordam obras como “Barbeiro de Sevilha” ou “Flauta Mágica”.
um-mar-de-luz-em-matosinhos“Mar de Luz” é o mais recente espetáculo de luzes e vídeo mapping do Atelier Ocubo, que será projetado na fachada dos Paços do Concelho, em Matosinhos, nas noites de 6 e 7 de maio. O fio condutor da história é uma bailarina que encarna e personifica o próprio mar.

Lisboa Vista de Fora

lisboa-entre-as-50-melhores-cidades-do-mundoLisboa subiu nove lugares, para a 26.ª posição, na lista das 50 Melhores Cidades do Mundo, agora divulgada pelo The Telegraph e incluída no Travel Awards do jornal.
lisboa-e-um-dos-melhores-destinos-do-mundo-e-da-europaA cidade de Lisboa foi eleita o 12.º melhor destino do mundo e o 7.º melhor da Europa. As distinções foram atribuídas pelos Traveller’s Choice 2016, do tripadvisor, que premiou também os 10 melhores locais de Portugal.
lisboa-a-cidade-mais-cool-da-europa-a-conde-nast-traveler-diz-que-simPor que Lisboa é na atualidade a cidade mais fixe da Europa dá o título ao artigo que a Condé Nast Traveller dedica à capital portuguesa, ao longo do qual enumera e elogia a sua oferta turística diversificada.
cinco-boutique-hoteis-de-lisboa-que-desafiam-para-uma-escapadinhaSão pequenos hotéis boutique, em Lisboa, que têm como denominador comum o facto de terem sido criados com paixão e entusiasmo por verdadeiros apaixonados pela cidade, escreve a edição espanhola da Condé Nast Traveller a propósito dos cinco que recomenda.