RssFacebook StoreTwitter Store

Ocupação de hotéis nacionais aumentou 3% em fevereiro

Ocupação de hotéis nacionais aumentou 3% em fevereiroA ocupação/quarto na hotelaria nacional situou-se em 49,3 por cento em fevereiro, o que representa um aumento de 3 p.p. face ao mês homólogo do ano anterior, indicam dados do AHP Tourism Monitor.


Verificaram-se subidas em todas as categorias de estabelecimentos, destacando-se as referentes às unidades de três estrelas, com uma variação de +3,55 p.p. comparativamente a fevereiro de 2015.

Os destinos turísticos com a taxa de ocupação/quarto mais elevada continuam a ser a Madeira (74,7 por cento), seguida de Lisboa (58,2 por cento) e do Grande Porto (+49,7 por cento).

A performance positiva da hotelaria nacional foi também acompanhada pela subida do preço médio por quarto ocupado (+7,3 por cento), fixando-se em 62,2 euros, assim como pelo RevPar (preço médio por quarto disponível), que aumentou 14,3 por cento, para 31 euros. No que se refere à análise do RevPar por categorias, destacam-se as unidades hoteleiras de cinco estrelas, com um crescimento de 12,7 por cento face a fevereiro de 2015.

“No mês do fevereiro, as unidades hoteleiras registaram indicadores interessantes. Tanto a taxa de ocupação como o preço médio subiram face a 2015 e podemos afirmar que o período de Carnaval, celebrado no início do mês, teve efetivo impacto na hotelaria nacional. Tanto os Açores como o Porto continuam a surpreender-nos pela performance”, afirma, a propósito, a presidente executiva da AHP, Cristina Siza Vieira.

Acompanhando o desempenho da taxa de ocupação, os destinos turísticos com o RevPar mais elevado foram a Madeira (45,9 euros), Lisboa (43 euros) e Grande Porto (31,4 euros), evidenciando um crescimento de 24 por cento face a fevereiro de 2015.

A receita média por turista no hotel foi de 96 euros, demonstrando um incremento de 10,3 por cento face ao período homólogo, enquanto a estada média fixou-se em 1,83 dias, sendo idêntica à de fevereiro de 2015.

welcome@briefing.pt 

What’s IN?

tradicao-e-modernidadeO Alkantara Festival, ponto de encontro das artes performativas contemporâneas, regressa entre os dias 25 de maio e 11 de junho para a sua 14.ª edição. A edição deste ano, focada na ligação entre tradição e modernidade, apresentará 25 espetáculos em Lisboa. 
a-opera-regressa-ao-tivoliA 10 de maio, o Teatro Tivoli BBVA (Lisboa) volta a receber “A Ópera Cabe no Bolso, Sabia?”. Apresentado pela Orquestra da Cidade, sob direção do maestro Nuno de Sá, diferentes cantores líricos recordam obras como “Barbeiro de Sevilha” ou “Flauta Mágica”.
um-mar-de-luz-em-matosinhos“Mar de Luz” é o mais recente espetáculo de luzes e vídeo mapping do Atelier Ocubo, que será projetado na fachada dos Paços do Concelho, em Matosinhos, nas noites de 6 e 7 de maio. O fio condutor da história é uma bailarina que encarna e personifica o próprio mar.

Lisboa Vista de Fora

lisboa-entre-as-50-melhores-cidades-do-mundoLisboa subiu nove lugares, para a 26.ª posição, na lista das 50 Melhores Cidades do Mundo, agora divulgada pelo The Telegraph e incluída no Travel Awards do jornal.
lisboa-e-um-dos-melhores-destinos-do-mundo-e-da-europaA cidade de Lisboa foi eleita o 12.º melhor destino do mundo e o 7.º melhor da Europa. As distinções foram atribuídas pelos Traveller’s Choice 2016, do tripadvisor, que premiou também os 10 melhores locais de Portugal.
lisboa-a-cidade-mais-cool-da-europa-a-conde-nast-traveler-diz-que-simPor que Lisboa é na atualidade a cidade mais fixe da Europa dá o título ao artigo que a Condé Nast Traveller dedica à capital portuguesa, ao longo do qual enumera e elogia a sua oferta turística diversificada.
cinco-boutique-hoteis-de-lisboa-que-desafiam-para-uma-escapadinhaSão pequenos hotéis boutique, em Lisboa, que têm como denominador comum o facto de terem sido criados com paixão e entusiasmo por verdadeiros apaixonados pela cidade, escreve a edição espanhola da Condé Nast Traveller a propósito dos cinco que recomenda.