RssFacebook StoreTwitter Store

Empreendimentos turísticos: Lisboa lidera previsões de crescimento em 2013

Empreendimentos turísticos: Lisboa lidera previsões de crescimento em 2013Com a previsão do surgimento de 13 novos empreendimentos turísticos em 2013, Lisboa surge à cabeça de uma lista de 30 novas infraestruturas esperadas no ano em curso a nível nacional, indica uma das conclusões do Atlas da Hotelaria 2013, um estudo realizado anualmente pela Deloitte. Deste ranking fazem igualmente parte a região Centro (+7), o Norte (+ 5), o Algarve (+ 4), o Alentejo (+ 3) e a Madeira (+ 2).


No que se refere à tabela dos grupos hoteleiros/entidades de management, o destaque pertence, desde 2007, ao grupo Pestana Hotels & Resorts/ Pousadas de Portugal, com 6.335 unidades de alojamento. Seguem-se os grupos Vila Galé Hotéis (3.800 unidades de alojamento), Accor Hotels (3.113), Tivoli Hotels & Resorts (2.471) e VIP Hotels (2.101).

Quanto à distribuição por NUTS II, segundo os dados do Atlas da Hotelaria 2013, as posições mantêm-se. O Algarve volta a encabeçar a oferta hoteleira com 25 por cento dos empreendimentos turísticos, seguido pelo Norte e Centro (ambos com 21 por cento) e por Lisboa (14 por cento). O Alentejo mantém os 8 por cento de mercado, seguido pela Madeira (7 por cento) e pelos Açores (4 por cento).

Relativamente ao RevPAR (Receita por Quarto Disponível) médio de 2012, confirma-se a liderança de Lisboa com 40,5 euros, seguida pela Madeira (30,6 euros), Algarve (27,4 euros), Norte (20,6 euros), Açores (20,5 euros), Alentejo (17,8 euros) e Centro (14,9 euros).

É igualmente possível concluir que o mercado hoteleiro português continua a caracterizar-se por forte segmentação, por oposição à consolidação, com 61 por cento dos empreendimentos turísticos e 40 por cento das unidades de alojamento a pertencerem a empresários independentes, um aumento de 4 pontos percentuais, respetivamente, face ao ano anterior.

No que toca à tipologia de empreendimentos turísticos, os hotéis surgem em primeiro lugar em Portugal (70 por cento), evidenciando um crescimento de 3 pontos percentuais face ao Atlas da Hotelaria 2012 da Deloitte.

Entretanto, com um total de 1.704 empreendimentos turísticos, que representam cerca de 129 mil unidades de alojamento, o tecido hoteleiro português evidenciou, em 2012, uma tendência de crescimento, que parece prolongar-se este ano, ainda que em menor número, refere o "Atlas da Hotelaria 2013".

Apesar dos desafios que se colocam ao setor hoteleiro português no atual contexto económico, o ano de 2012 evidenciou um alargamento da oferta hoteleira de perto de 200 empreendimentos turísticos face a 31 de dezembro de 2011. Contudo, prossegue, uma análise mais criteriosa demonstra que essa situação ficou a dever-se, essencialmente, ao prolongamento do efeito de reconversão da oferta turística nacional, decorrente do novo regime jurídico dos empreendimentos turísticos.

Fonte: LPM

Lisboa Vista de Fora

o-fado-e-a-razao-mais-melancolica-para-visitar-lisboaQuem o diz é o The Telegraph que publicou um artigo dedicado ao género musical português. De acordo com o jornal, o fado está na moda e, em Lisboa, há quatro maneiras de saber mais sobre esta arte: o palco Fado no NOS Alive, o Museu do Fado, o Clube de Fado e o Open Mic Fado.
traveler-espanha-destaca-piscina-do-nh-collection-liberdadeUm prazer focar o olhar e deter-se nos telhados e nas ruelas. É assim que é descrita a vista da piscina do NH Collection Liberdade, em destaque na edição online da Traveler Espanha.
lisboa-entre-os-destinos-preferidos-para-acolher-congressos-internacionaisLisboa subiu três lugares no ranking mundial das cidades e alcançou o top 10 das mais solicitadas para acolher congressos associativos internacionais em 2015, indicam dados agora divulgados pela ICCA – International Congress & Convention Association.